SISTEMA ELÉTRICO

A principal função do sistema elétrico consiste em produzir a faísca, que permite a explosão, nos cilindros, da mistura comprimida a gasolina e o ar, além de tornar possível o arranque do motor térmico por meio do motor de arranque.

O sistema elétrico de um veículo está dividido em circuitos, cada um dos quais com diferentes funções básicas e comandos. São eles:

1) Circuito de ignição;

2) Circuito de arranque;

3) Circuito da carga da bateria;

4) Circuito das luzes;

5) Circuitos acessórios, por vezes, comandado pelo interruptor da ignição e, na maior parte dos casos, protegidos por um fusível.

Deste modo, o circuito de qualquer componente completa-se através da carroceria que desempenha naquele a função de um fio, o do retorno à massa.

Este processo de ligação à massa não só economiza cerca de 30 metros de fio de cobre, mas também reduz a possibilidade de interrupção no circuito e simplifica a localização de avaria e a instalação de extras.

Um fusível fundido (queimado) indica, quase sempre, que há uma avaria em qualquer outro ponto que não seja o próprio fusível, tal como sobrecarga de um circuito (partindo-se do principio de que foi utilizado o fusível adequado).

Cerca de 1000 (hum mil) metros de fio unem os componentes elétricos num automóvel atual!

Todos os fios da instalação, à exceção das ligações à massa, à bateria e aos cabos de alta tensão da ignição, apresentam cores diversas, que correspondem a um código de identificação. Na maioria dos automóveis, o código está normalizado a fim de permitir reconhecer rapidamente os diferentes circuitos ao efetuar-se qualquer reparação.

A bateria atua como reservatório de energia que fornece ao sistema quando o motor está parado; quando trabalha a um regime superior da marcha lenta, o alternador supre todas as necessidades de energia do automóvel e carrega a bateria. A corrente do sistema elétrico de um automóvel é fornecida pela bateria, quando o motor não esta funcionando, e pelo gerador, normalmente um dínamo que foi substituído por um alternador, que fornece a corrente necessária para o número, sempre crescente, de acessórios elétricos que os automóveis modernos incluem.

Para manter o motor do automóvel em funcionamento são apenas solicitados alguns elementos do sistema elétrico; os restantes fazem funcionar as luzes, limpadores de para brisas e outros acessórios. Alguns destes, como a buzina, por exemplo, são considerados obrigatórios por lei, sendo muitos outros considerados extras.

Sempre que o motor estiver parado, toda a corrente utilizada tem a voltagem (tensão) da bateria (normalmente 12 volts). Com o alternador em funcionamento, a corrente é utilizada aproximadamente à tensão de 14,8 volts, exceto a que é fornecida às velas de ignição, que é elevada para mais de 30 000 volts por meio do sistema de ignição.

A Cassio Oficina realiza todo tipo de manutenção no sistema elétrico veicular e recomenda que a cada seis meses seja realizada uma verificação geral no sistema, com objetivo de se evitar as panes elétricas que são as causas mais comuns de problemas no carro. Isso acontece por conta do uso severo do veículo, como longos engarrafamentos na cidade e nas estradas e também devido à quantidade de energia empregada em aparelhos tecnológicos muitas vezes instalados de forma equivocada no veículo.

CASSIO OFICINA

11 5571-3795

11 99176-7621

Horários

• Segunda a Quinta: 08h às 18h

• Sexta-Feira: 08h às 17h
• Sábados: 08h às 12h

Orçamento - Sem compromisso
  • Cassio Oficina
  • YouTube - Cassio Oficina
  • Instagram - Cassio oficina
  • Google+ - Black Circle
CASELI COMÉRCIO E SERVIÇOS AUTOMOTIVOS
CNPJ: 02080672/0001-80
Rua Doutor Dolzani, 35 - Vila Mariana, São Paulo, SP | Cep: 01546-000